por paulo eneas
O Diretório Estadual do Partido Trabalhista Brasileiro do Paraná (PTB-PR) adotou uma iniciativa concreta contra o vereador petista Renato Freitas, que no último sábado (05/fev) liderou uma invasão à Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Curitiba (PR).

As três ações protocoladas na tarde desta segunda-feira (07/fev) foram motivadas pelo entendimento do diretório do PTB-PR, presidido por Marisa Lobo, de que as ações praticadas pelo vereador petista constituem-se em atos de violência e de intolerância religiosa.

A primeira ação é uma representação na Seção do Paraná da Ordem dos Advogados do Brasil pleiteando que Renato Freitas não possa mais exercer a advocacia por ter praticado ato de indignidade. A segunda ação é uma representação no Ministério Público do Estado do Paraná para que seja apurado a possível prática de crime de intolerância religiosa, tipificado no Art. 208 do Código Penal e no Art. 20 da Lei 7.716/89.

A terceira ação é uma representação no ao Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba para que seja aplicada ao vereador petista a pena máxima de cassação do mandato por quebra de decoro parlamentar. Outros sete vereadores de distintos partido políticos também pretendem representar contra o vereador petista no Conselho de Ética da Casa.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

Em conversa com o Crítica Nacional na tarde desta segunda-feira, a presidente do PTB-PR, Marisa Lobo, afirmou que os conservadores formam a resistência no campo político da direita na defesa de determinados valores, e não devem limitar-se a a apenas expressar indignação pelo ato de intolerância religiosa praticado.

Segundo Marisa Lobo, é necessário ação concreta, nos termos da lei, para cessar de imediato este tipo de ataque, sob o risco de ocorrer outros semelhantes em distintas Igrejas, por conta da sensação de impunidade.

Marisa Lobo informou também que o diretório do PTB-PR criou uma força-tarefa para estudar novas ações, além daquelas anunciadas. Além destas ações, o PTB-PR publicou nota oficial sobre o ato de violência e de intolerância religiosa perpetrado pelo vereador petista. A íntegra da nota pode ser lida abaixo.

Nota Oficial do Diretório Estadual do Partido Trabalhista Brasileiro do Paraná
Em resposta aos atos de intolerância religiosa praticados pelo vereador Renato Freitas (PT) que absurdamente invadiu a Igreja Nossa Senhora do Rosário, com dezenas de militantes do PT e do PC do B, interrompendo a missa e constrangendo os fiéis, para combater este ato de CRISTOFOBIA o PTB do Paraná, presidido pela suplente de deputada-federal Marisa Lobo, protocolou nesta tarde:

1) Representação na OAB/PR para que o vereador não possa mais exercer a Advocacia por ter praticado ato de indignidade;

2) Representação no Ministério Público para que seja apurado a possível prática de crime de intolerância religiosa (art. 208, CP e art. 20, Lei 7.716/89), dentre outros; e,

3) Representação na Câmara Municipal de Curitiba requerendo a aplicação da pena máxima ao Conselho de Ética (cassação de mandato).

Como presidente do PTB aqui no Paraná, venho a público dizer que nós, como um partido conservador que tem a fé cristã como nossa base, já estamos elaborando uma ação para acionar o Ministério Público e o Conselho de Ética da Câmara para responsabilizar o vereador petista e a sua corja de esquerdopatas pelo crime de perturbação e impedimento de celebração religiosa, com base no Artigo 208 do Código Penal.

Nós queremos a cassação do mandato do vereador que liderou essa baderna! Chega de desrespeitar a nossa fé! Não vamos aceitar isso e não ficaremos calados. A todos os católicos, cristãos do Paraná, tenha a certeza de que nós do PTB vamos até às últimas consequências para exigir justiça!

Marisa Lobo
Presidente PTB-PR


Leia também:
Vereador Petista Que Liderou Invasão de Igreja Durante Missa em Curitiba (PR) Possui Histórico de Passagens Pela Polícia e na Comissão de Ética da Câmara Municipal

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE