por paulo eneas
O editor do Crítica Nacional participou na noite deste domingo (06/mar) de uma audiência online ao vivo na plataforma do Twitter (“spaces”) respondendo perguntas do público a respeito da invasão russa da Ucrânia. Os temas envolveram a posição da diplomacia brasileira diante do ataque russo, a real natureza do regime de ditadura comunista na Rússia e os objetivos estratégicos de Vladimir Putin, bem como a ideologia de Alexander Dugin, o mentor intelectual do regime russo.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

Falamos também sobre como a desinformação e a propaganda russa têm seduzido parte da direta brasileira que tem cometido o erro de ver no ditador russo alguém que supostamente “combate os globalistas”, ignorando o fato de que a então União Soviética foi quem mais fomentou as pautas identitárias no mundo ocidental para fins de desestabilização e corrupção moral do Ocidente.

Abordou-se também o papel da OTAN, os interesses dos globalistas neste conflito, os possíveis impactos no próprio Ocidente decorrentes das sanções econômicas impostas à Rússia e o papel da China no conflito.

Destacou-se também a necessidade de a direita brasileira construir sua própria identidade identidade política e moral, para não cair na armadilha de tornar-se caixa de ressonância da propaganda e contrainformação russa.

A gravação da transmissão pode ser vista abaixo:

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE