por paulo eneas
O Ministério da Agricultura do Governo Federal do Brasil confirmou nesta segunda-feira (08/mar) que a empresa russa Acron realizou na última sexta-feira (04/mar) o embarque de uma carga de fertilizantes destinada ao Brasil. Não foi informado o volume de fertilizantes embarcado.

O envio do insumo aos agricultores brasileiros ocorre na mesma semana em que o governo russo recomendou que as empresas setor suspendam suas exportações por conta de “dificuldades logísticas” decorrentes da invasão russa da Ucrânia, conforme o Crítica Nacional informou nesta publicação aqui em nossa rede social na última sexta-feira, com base em notícia do Wall Street Journal, citando a agência russa Tass.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

Em nota divulgada, o Ministério da Agricultura do Brasil confirma a recomendação do governo russo de suspensão das exportações de fertilizantes, e diz que esta medida ainda não está afetando o comércio deste insumo com o Brasil.

O envio dos fertilizantes foi feito pela empresa russa Acron, que estava em via de comprar a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobras, localizada no município de Três Lagoas (MS). A compra estava em andamento e para ser finalizada quando a Rússia invadiu a Ucrânia.

Não foi informado o porquê da Petrobras ter decidido pela venda, ainda não concluída, de sua fábrica de fertilizantes a uma empresa russa, depois de a estatal ter investido cerca de R$3 bilhões para a construção da fábrica, sem ter concluído a obra, que se encontra paralisada e com as instalações e equipamentos em estado de deterioração desde 2014. Fonte: Canal Rural.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE