por paulo eneas
Ao menos oito comandantes militares russos teriam sido exonerados de suas posições de comando desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro. A afirmação foi feita por Oleksiy Danilov, chefe do Conselho de Segurança da Ucrânia, segundo informa o jornal britânico Daily Mail.

Danilov afirma ainda que as trocas de comando russo no front ucraniano decorrem do fracasso da estratégia de blitzkrieg concebida pela Rússia, que tinha como objetivo liquidar a Ucrânia e prender ou matar seu presidente Volodymyr Zelensky e seus apoiadores em poucos dias.

A mudança mais recente teria afetado o general Roman Gavrilov, oficial da Guarda Nacional Russa, que teria sido exonerado e preso pela FSB (KGB) nesta quinta-feira (17/mar) por suspeita de vazamento de informações que teriam causado elevado número de baixas entre seus comandados no front ucraniano.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

Alexander Khinshtein, membro da Duma (parlamento russo) negou em mensagem no Telegram que Roman Gavrilov tenha sido demitido ou preso. Ainda segundo as fontes do Daily Mail, Vladimir Putin estaria insatisfeito com os chefes da FSB, novo nome da KGB, o serviço de inteligência e segurança russo.

A inteligência russa teria fornecido informações a Vladimir Putin de que a capacidade de resistência da Ucrânia seria mínima, pois o país estaria supostamente enfraquecido e dividido em grupos neonazistas, e por isso poderia ser derrotado facilmente pelas forças russas.

Três dias após a invasão russa, o editor do Crítica Nacional publicou mensagem em sua rede social pessoal apontando para o fracasso da blitzkrieg russa, conforme mostrado abaixo.

Ao final desta já quarta semana de guerra, a capital Kiev segue de pé, ainda que sob cerco e bombardeio russos, e fontes distintas da própria russa confessam o fracasso da blitzkrieg planejada, como mostra a reportagem Governo Russo Admite Oficialmente Estar Tendo Dificuldades Para Derrotar a Ucrânia, que publicamos esta semana. Fonte Daily Mail.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.


Leia também:



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE