por paulo eneas
A Rússia decidiu suspender as negociações de paz com o Japão que estavam pendentes desde o final da Segunda Grande Guerra Mundial. O anúncio da suspensão foi feito nesta segunda-feira (21/mar) pelo Kremlin, que afirmou não ter interesse na continuidade das negociações após o Japão ter aderido às sanções econômicas impostas à Rússia em razão da invasão que o regime do ditador Vladmir Putin promoveu na Ucrânia.

O Kremlin, por meio de sua chancelaria, ainda acusou o Japão de ser o “responsável pelos danos aos interesses de Tóquio” por ter optado por uma posição que considera hostil à Rússia. O regime russo anunciou também a suspensão da concessão de visto aos cidadãos japoneses que desejam visitar as Ilhas Kurillas.

As Ilhas Kurillas são um arquipélago de 56 ilhas que formam um corredor entre o nordeste do Japão e a península russa de Kamchatka. As ilhas foram tomadas e anexadas pela antiga União Soviética ao final da Segunda Guerra e o Japão desde então reivindica sua soberania sobre parte do arquipélago.

O Japão anunciou sanções econômicas à Rússia em 18 de março, sanções estas que incluem empresas e pessoas físicas russas, incluindo o ditador Vladimir Putin. Fonte: Gazeta do Povo.

Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 02259742823 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE