por angelica ca e paulo eneas
O Estado de São Paulo registrou no mês de abril um aumento de 14.9% nos casos de roubos em geral na comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública divulgados nesta quarta-feira (25/05).

Os números apontam aumento de homicídios, latrocínios, estupros e furtos em geral. Os latrocínios, roubo seguido de morte, passaram de 13 notificações em abril de 2021 para 16, em abril deste ano. Já os estupros passaram de 915 notificações para 980, na mesma base de comparação.

O total de roubos passou de de 16.7 mil registros para 19.2 mil registros em abril deste ano, uma alta de 15% em relação ao mesmo período de 2021. Já os furtos em geral passaram de 32.4 mil ocorrências para 44.7 mil eventos, um aumento de mais de 37% nos casos.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

O número de vítimas de homicídio subiu 3.5% em abril de 2021. Em abril de 2019 foram registrados 255 homicídios dolosos, o que seria 9.8% acima do registrado em abril deste ano. A secretaria informou, no entanto, que prefere fazer a comparação com o ano de 2019, último ano antes da pandemia de Covid-19. Para a pasta, essa base de comparação é mais correta, já que os anos de 2020 e 2021 foram atípicos por conta das medidas de isolamento.

O governador tucano Rodrigo Garcia, que sucedeu o tucano João Dória, afirma ver com normalidade o aumento da criminalidade no Estado. Em vez de apresentar propostas e ações concretas (afinal, ele é o governador!) para o enfrentamento do crime, Rodrigo Garcia afirmou em evento público neste mês que a volta da vida ao normal com o fim das restrições trouxe como consequência o aumento dos crimes contra o patrimônio.

Além do absurdo de ver com normalidade o aumento da criminalidade, o governador tucano Rodrigo Garcia distorceu a realidade em sua fala: como os dados da Secretaria de Segurança Pública mostram, não houve “apenas” aumento de crimes contra o patrimônio, mas sim um aumento nos latrocínios, estupros e homicídios. Fonte: Revista OesteAgência Brasil | Portal G1.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos encarecidamente ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE