Presidente Bolsonaro prossegue com o grave problema de falta de timing político. A entrevista concedida nesta terça-feira (07/06) ao SBT onde o presidente afirma ter sido supostamente “traído” pelo ministro Alexandre Moraes, teve como efeito na opinião pública a fragilização da imagem do presidente, que optou por uma abordagem vitimista do episódio.

Outro efeito da entrevista foi desviar a atenção da iniciativa positiva apresentada ontem pelo governo em relação aos preços dos combustíveis. Iniciativa esta cuja efetivação dependerá da concordância política dos governadores.

Este tema dos combustíveis deveria estar presente em todas falas do presidente neste momento, até mesmo para ganhar força política para a viabilização da proposta. Portanto, não faz sentido algum conceder uma entrevista para um rede aberta de televisão tratando de um tema cujo desfecho político foi desfavorável ao presidente.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos com ênfase ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE