Após invasão de suas dependências, direção do shopping emite nota politicamente correta minimizando o fato, e refletindo a opção de uma parcela da elite paulistana em favor da esquerda.


por paulo eneas
Um grupo de militantes do Movimento do Trabalhadores Sem Teto (MTST), grupo de ativismo esquerdista liderado pelo militante do PSOL Guilherme Boulos, invadiu na tarde desta quarta-feira (08/06) o Shopping Center Iguatemi, na zona sul da capital paulista. Lideranças dos invasores afirmaram que a invasão seria em protesto pelo que afirmam ser a volta da fome sob o Governo Bolsonaro.

Como todas as ações comandadas pelo MTST, a invasão foi um ato de natureza política. Neste caso, a invasão teve como objetivo capitalizar eleitoralmente, por meio de um discurso ideológico, em favor do candidato petista à sucessão presidencial, aproveitando-se de uma situação de dificuldades em que o país se encontra, especialmente a inflação de preços de alimentos e seu impacto sobre os setores de renda mais baixa.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos com ênfase ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

O Shopping Iguatemi emitiu uma nota politicamente correta e descolada da realidade. Em vez de condenar a invasão, que em si constitui-se em uma ação de violência, e reafirmar o princípio da defesa da propriedade, o comunicado do shopping fala que a empresa  “respeita manifestações democráticas e pacíficas”.

O conteúdo risível da nota emitida pelo shopping reflete o fato de uma parcela da elite paulistana, especialmente a elite financeira da Faria Lima, ser francamente favorável às pautas da esquerda e à volta do descondenado petista Lula à Presidência da República.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos com ênfase ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE