Na entrevista ao SBT News nesta terça-feira (07/06), o Presidente Bolsonaro voltou a falar em manifestações como as de 7 de Setembro do ano passado, quando milhões de pessoas saíram às ruas pacificamente em apoio ao presidente, que havia conclamado seus apoiadores para tais atos para ter “uma fotografia para mostrar ao mundo”.

Alguns dos apoiadores do presidente que organizaram tais atos foram presos por determinação do Supremo Tribunal Federal. Dias após os atos, o presidente veio a público com uma Carta à Nação adotando um tom conciliatório e pedindo desculpas a magistrado da suprema corte por “excessos no calor do momento”, nas palavras do presidente.

Agora o presidente parece apostar no mesmo mecanismo para mobilizar sua base. Na entrevista ao SBT News o presidente afirmou que tal manifestação pró-governo deste ano seria “um ultimato a duas pessoas que estão usando da força do poder” contra ele.

Ainda segundo o presidente, a intenção destes novos atos seria “sensibilizar o Judiciário” e que o “povo daria demonstração de que lado está” e que seria uma “demonstração pública” de que grande parte da população brasileira “apoia um certo candidato”.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos com ênfase ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE