O chanceler boliviano, Rogelio Mayta, criticou nesta terça-feira (28/06) o que ele considera uma suposta “interferência inapropriada” do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em assuntos internos da Bolívia. Conforme relatado pelo Crítica Nacional esta semana, o Presidente Bolsonaro afirmou que pretende conceder asilo político à ex-presidente boliviana Jeanine Áñez.

Jeanine Áñez foi condenada a dez anos de prisão na Bolívia por assumir interinamente a presidência daquele país após a queda do ex-presidente narcococaleiro Evo Morales em abril de 2019. O julgamento e condenação de Áñez ocorreu em meio à perseguição política empreendida pelo governo esquerdista boliviano contra seus adversários.

“Lamentamos as infelizes declarações, que são absolutamente impertinentes e fazem uma inapropriada ingerência em assuntos internos”, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Bolívia, Rogelio Mayta. O chanceler ainda afirmou que a Bolívia apresentará uma queixa diplomática contra o Brasil.

Leia também:
Presidente Bolsonaro Afirma Que Brasil Poderá Conceder Asilo Político à Ex-Presidente da Bolívia Jeanine Áñez

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE