por angelica ca e paulo eneas
O diretor-geral da Autoridade de Saúde Dinamarquesa, Soren Brostrom, afirmou em entrevista à TV 2 que, com base no conhecimento acumulado, foi um erro recomendar a vacinação em massa contra covid para crianças e adolescentes de até quinze anos. Soren Brostrom participou na semana passada de um programa da televisão dinamarquesa e foi perguntado se teria sido um erro vacinar crianças:

“Com o que sabemos agora, sim foi um erro. Com o que sabíamos na época: não”, afirmou Soren Brostrom, admitindo assim que a vacinação foi um experimento em massa, uma vez que as próprias autoridades de saúde dinamarquesas não tinham certeza quanto à eficácia e aos efeitos adversos.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

A Dinamarca foi o primeiro país do mundo a recomendar em julho do ano passado a vacinação contra coronavírus para a faixa etária de 12 a 15 anos. Em novembro, também foi recomendada a vacinação contra a covid de crianças de 5 a 11 anos.

A recomendação veio acompanhada do reconhecimento de que as vacinas não destinavam-se a proteger as crianças, mas sim para assegurar o controle da epidemia na Dinamarca. Ou seja, as crianças foram usadas como escudo para proteger os adultos.

De acordo com o Registro de Vacinação Dinamarquês, em 15 de junho, cerca de 85% dos dinamarqueses receberam a vacina, cerca de 77% receberam duas ou três doses e cerca de 66% receberam quatro doses. Um pouco mais de 40% das crianças do país foram vacinadas contra a covid. Fonte: Frontliner | Great Game India | News Of Canada.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE