As propostas de reforma tributária e de reforma administrativa sequer ficaram prontas para serem enviadas ao Congresso Nacional, ao contrário da PEC da reforma previdenciária que já estava pronta antes mesmo do primeiro dia de governo.

A afirmação foi feita nesta quarta-feira (06/07) por Abraham Weintraub no programa Weintraub Sem Filtro, transmitido diariamente em seu canal e no canal do Crítica Nacional.

Abraham Weintraub afirmou que ele e seu irmão Arthur Weintraub estavam encarregados de preparar a reforma da previdência, cujo projeto foi finalizado já no período do governo de transição. Ambos não estavam encarregados da elaboração das propostas de reforma tributária e administrativa.

Estas duas últimas ficaram a cargo da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes. Passados três anos e meio, os projetos para estas duas reformas sequer ficaram prontas para serem enviadas ao Congresso:

“Foi bravata, foi espuma, foi só papo furado, por isso não saiu. Nem pronto o projeto ficou para ser enviado (ao Congresso Nacional). Um projeto (que fosse) razoável”, afirmou Abraham Weintraub.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE