Milhares de argentinos foram às ruas em diferentes cidades do país neste sábado (09/07), Dia da Independência da Argentina, em protestos contra o governo esquerdista de Alberto Fernández e Cristina Kirchner.  Os manifestantes carregavam cartazes com a imagem de Cristina Kirchner vestida de presidiária e entoaram gritos de “viva a pátria”.

Chamada de Argentinazo, a manifestação foi convocada pelas redes sociais e teve como foco a crise econômica na Argentina, cuja inflação de 29.3% acumulada de janeiro a maio deste ano representou o maior patamar para os cinco primeiros meses do ano desde 1991.

As previsões privadas mais recentes coletadas mensalmente pelo Banco Central da Argentina indicam que a inflação será de 72.6% neste ano, com projeção de um índice de  60% em 2023. Colaboração de Angelica Ca. Fonte: Gazeta do Povo | La Gaceta.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE