por angelica ca e paulo eneas
O governador republicano da Flórida, Ron DeSantis, afirmou em entrevista à Fox News no último sábado (23/07) que pessoas e empresas com vínculos com o Partido Comunista Chinês não deveriam ser autorizadas a comprar imóveis em território norte-americano.

A fala do governador republicano veio em seguida à informação divulgada pela Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos Estados Unidos, que divulgou relatório mostrando que os investidores imobiliários chineses investiram US$ 6.1 bilhões na compra de imóveis norte-americanos de março do ano passado até março deste ano.

As aquisições chinesas de propriedades norte-americanas durante este período foi maior do que qualquer outro grupo de estrangeiros. O relatório também apontou que 58% dos compradores chineses fizeram compras em dinheiro. A Flórida foi responsável por 24% de todas as compras internacionais de imóveis nos Estados Unidos, ficando a  Califórnia em segundo lugar com 11% do total.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.

Uma quantidade crescente de terras agrícolas dos Estados Unidos é controlada por proprietários chineses. Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA , em 2019 entidades ligadas à China possuíam pelo menos 192.000 acres de terras agrícolas no valor de mais de US$ 1.9 bilhão.

O republicano Ron DeSantis afirmou que planeja assinar uma lei que limitaria a extensão em que as empresas chinesas podem investir em fundos financeiro na Flórida, pois é por meio destes fundos que são feitas as aquisições de propriedade agrícolas. Fonte: The Epoch Times | New York Post | News Max.

O Crítica Nacional é uma mídia independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade e a defesa de valores conservadores, e precisa do apoio de seus leitores para continuar. Apelamos ao nosso público para contribuir conosco pelo PIX: 022.597.428-23 ou através deste link para fazer assinatura de apoio.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE